O que é e como melhorar a taxa de rejeição do seu site - Baita Site

CONTATE-NOS

O que é e como melhorar a taxa de rejeição do seu site

O que é e como melhorar a taxa de rejeição do seu site

O que é Taxa de Rejeição?

A Taxa de rejeição, mais conhecida no termo inglês bounce rate, é o percentual de visitantes que acessa o seu site através de uma determinada página, podendo vir de um buscador como o Google ou do link de acesso principal ao seu site (url: seu site.com.br) e não fazem a visita a mais nenhuma outra página do site, não efetuam nenhuma ação de conversão como enviar um formulário de contato, e saem do site em seguida. Indo mais direto ao ponto, o visitante entra no seu site visualiza só aquela página que lhe interessou e já sai do site sem clicar em nenhum outro link.

Quando um visitante acessa o seu site e em seguida sai acessar nenhuma outra página, a maior hipótese é que ele não encontrou o que estava procurando ou a navegação da página boa para que ele continuasse a acessar outras áreas do site.

Esse dois são os motivos principais que uma alta taxa de rejeição é um preocupante, pois isso quer dizer que seus visitantes não estão buscando mais conteúdo no seu site, ou não estão encontrando o que procuram, e consequentemente não é feita uma conversão em um contato.

 

Como reduzir a taxa de rejeição?

Pode parecer difícil mas na realidade é bem simples. O seu site não deve apenas falar sobre a sua empresa de forma simples ou formal demais, mas isso não quer dizer que você não tenha que contar sobre sua empresa nele. Ele precisa conter informações suas informações da melhor forma possível. Um site fale sobre temas adolescentes, como “baladas”, filmes e jogos, pode trabalhar uma linguagem mais “descolada”. Um site empresarial pode ter textos mais formais e mais elaborados, desta forma é permitido que o seu público-alvo consiga entender quem é e o que é a sua empresa, além do que está a oferecer para eles. Você tem que saber que o visitante do seu site está buscando quase sempre a solução para o seu problema, uma ajuda que só você pode lhe fornecer.

Mantenha o conteúdo do seu site sempre atualizado, se seus artigos, páginas, produtos ou serviços são antigos, sempre estarão listados nos mecanismos de busca como o Google ou Bing, mas é importante atualize-os com informações recentes. Se algum de seus conteúdos antigos tem uma alta taxa de rejeição é com 90% de certeza ele não está fornecendo aos visitantes o que eles estão realmente procurando.

Seu site maravilhoso visualmente, mas não custa você dar uma melhor atenção para que os seus visitantes executem ações importantes no momento que estiverem em seu site.

  • Não encha o saco do visitante: Muitos botões de ação em apenas uma página podem confundir o visitante;
  • Tenha poucos campos nos formulários: Se você quer tanto ter mais informações sobre o seu cliente como acontece no ramo imobiliário ou qualquer outro tipo de venda, espere uma outra oportunidade de falar com ele, facilite o o contato dele exigindo poucos campos nos seus formulários que estão no seu site.

 

Utilize as Redes Sociais, torne-se social

Qualquer pessoa que tenha um  smartphone nos dias de hoje tem acesso a internet, e é claro utilizam as redes sociais, não só para contatos pessoais mas também para conhecer um pouco mais sobre uma empresa. Garanta que a sua marca esteja bem trabalhada e presente nas redes sociais, permitindo que as pessoas interajam com ela, entrem em contato com você através dela. Coloque widgets, botões do Facebook e outras redes sociais no seu site para seus visitantes possam compartilhar, curtir e avaliar facilmente a sua empresa. auxiliam e muito o engajamento do seu público-alvo com o seu tipo de negócio sendo ele qual for.

 

Qual a taxa de rejeição aceitável para um site?

O valor da taxa de rejeição de um site depende de diversos fatores, como, por exemplo, o mercado de atuação da empresa, quais os objetivo do site, qual o objetivo da página, entre outros. Mas, existem algumas bases numéricas médios que utiliza-se para alguns tipos de tipo de site. Segue os valores abaixo:

  • Sites de varejo – 20 a 40%
  • Landing pages simples e únicas – 70 a 90%
  • Portais de conteúdo (exemplo: G1, Terra) – 10 a 30%
  • Sites de serviço – 10 a 30%
  • Sites de venda de serviços (geração de leads) – 30 a 50%
  • Sites de conteúdo – 40 a 60%
  • Blogs – 70 a 98%

Trabalhe o seu site, afinal você não investiu nele para que ele apenas existisse, você investiu para ele lhe trazer um retorno!

Com essas dicas acima você já pode começar a entender melhor o funcionamento do seu site junto aos seus visitantes.

 

Sem Comentários

Comente esta publicação: