Quanto custa manter um site no ar?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

É provável que saber exatamente quanto custa manter um site no ar é uma das maiores preocupações na hora de levar sua empresa ou negocio para a web.

Nesse meio tempo já pareou para pensar se você está preparado para lidar com a situação?

Antes de mais nada, e apesar de ser um bom negocio dar esse passo, é preciso ficar atento aos custos para não pagar muito por pouco.

Quando custa manter um site no ar

Vamos lhe dar algumas dicas para te ajudar a entender o quanto um site pode custar:

Salvo que, dizer exatamente quanto custa manter um site no ar é um tanto quanto complicado. Desse modo cada empresa tem suas necessidades específicas e nem todos os recursos disponíveis em um site podem ser necessariamente úteis para o seu negócio.

Vamos imaginar o seu site como um imóvel, uma casa. Então, cada família tem suas próprias necessidades e o que vai determinar qual tipo de casa vai suprir essas necessidades é o mais importante na hora de fechar negócio.

Então, cada família tem suas próprias necessidades e o que vai determinar qual tipo de casa vai suprir essas necessidades é o mais importante na hora de fechar negócio.

Enquanto para uma família de três pessoas, provavelmente construir um imóvel com cinco quartos não seja a melhor opção, para uma maior, seria diferente.

Esse tipo de situação também acontece na hora de montar seu site. Cada ferramenta adicional vai aumentando o valor final. Do mesmo modo, em uma casa cada melhoria no projeto pode aumentar os custos.

Sites Gratuitos

Sites gratuitos pode ser uma bomba relógio.

Hoje temos varias opções de plataformas que oferecem a possibilidade de criarmos um site grátis. WordPress e Wix são provavelmente as mais conhecidas.

Apesar de ser ótimo para o seu bolso, sites gratuitos tem várias desvantagens que devem ser levadas em conta.

Inegavelmente a maior delas talvez seja a limitação de serviços desses planos gratuitos, desde a personalização de seu site até algo mais importante.

O suporte desses planos também não é dos melhores, podendo até mesmo deixar seu site fora do ar por algum tempo até que o problema seja solucionado. Seja como for, opte sempre pela qualidade.

Plataformas gratuitas não são recomendadas para quem quer divulgar sua empresa/negócio.

Sites Pagos

Assim como o consumidor procura por produtos e serviços de qualidade, todavia é altamente recomendado que ao oferecer os serviços da sua empresa isso seja feito da forma mais atrativa possível.

Você provavelmente vai querer que seu site tenha a sua cara e, optando por um site pago, desde as opções de personalização até os serviços oferecidos pela plataforma serão infinitamente maiores.

Entre as opções de serviços dos sites pagos existe uma variação de preços imensa. Cada recurso adicional pode aumentar o valor final do site pronto.

Tudo vai depender do que o seu negócio precisa. A vantagem é que os profissionais que cuidarão disso pra você, podem e irão auxilia-lo muito na hora de criar um projeto que seja a sua cara e atenda a todas as necessidades da sua empresa.

Nessa busca da melhor opção, você pode encontrar empresas que oferecem sites prontos por R$50,00 mais a hospedagem de R$30,00 até sites que custam na casa dos R$2.000,00 quando feitos por grandes agencias.

A questão é: os que custam R$50,00 tem a mesma qualidade ou são exatamente iguais aos de custam R$2000,00?. Mais uma vez… Tudo depende das suas necessidades.

O que estarei pagando?

Para calcular quanto custa manter um site no ar você precisa saber quais são as ferramentas necessárias para isso, e principalmente o tipo de site.

Só para exemplificar, voltamos a construção de uma casa, então podemos comparar os profissionais e materiais envolvidos na construção de um imóvel com as ferramentas básicas usadas para deixar um site online.

Assim como na construção do imóvel ideal para a sua família você teria que gastar com projeto arquitetônico, engenheiros, pedreiros, material de construção e etc…

Na criação de um site não podemos ignorar gastos com domínio, hospedagem, web designer, profissionais de TI entre outros.

Domínio

O domínio do seu site pode ser comparado ao terreno de uma casa. Domínio é aquele endereço que normalmente começa com https://www. Ele deve ser registrado e não existirá outro igual no mundo. Sites com domínio brasileiro (terminados com com.br) tem custo anual de R$40,00.

Registro de domínio na Registro.br

Eventualmente sites que possuem domínio internacional (terminados em .com ou .net) o valor da taxa de registro varia de acordo com a cotação do dólar.

Normalmente, domínios internacionais costumam ter um custo anual de cerca de R$60,00.

Hospedagem

Além do domínio, um site precisa de um serviço de hospedagem para ficar operante. Hospedagem é basicamente o que o nome já diz… um “local” onde ficarão guardados todos os dados de seu site na internet para deixá-los disponíveis online; banco de dados, textos, fotos, vídeos etc…

É através do serviço de hospedagem que o seu site ficará disponível para pessoas de todo o mundo.

Existem também empresas que oferecem hospedagem gratuita ou a um baixo custo mas, poderia ser uma opção, porque não?

Mas, eventualmente não esqueça de prezar pela proteção dos dados, tanto dos seus quanto dos seus clientes.

É importante pesquisar com atenção antes de contratar uma empresa de hospedagem.

Outra maneira de garantir se tratar de uma empresa segura é seguir o conselho de quem já trabalha com isso, as agencias de criação de sites ou até mesmo pesquisar em fóruns online de desenvolvedores.

Construindo o Site

Surpreendentemente , os custos da construção de um site variam e muito, diferentemente do domínio.

A principio, isso acontece porque cada site tem suas próprias necessidades, bem como cada agencia de criação de sites tem algo a mais ou menos a oferecer.

Além disso, há muita coisa e muitos profissionais envolvidos na criação. Criação de layout, funcionalidade do site, conceito, programação, tudo isso é muito importante.

Outros fatores levados em consideração na hora do orçamento são; Complexidade e quantidades de páginas, criação de formulários, simuladores de frete etc…

É tendência também a criação de um blog onde sua empresa pode interagir com o público alvo, então abra sua mente e pense no assunto.

Um blog consequentemente aumenta o tráfego no site, trazendo aqueles potenciais clientes que você não conseguia atingir.

Tudo depende do que você vai precisar para suprir todas as suas necessidades.

Certamente o valor da criação pode variar bastante, principalmente em um país do tamanho do Brasil.

Criação de site

Mas apesar de ao mesmo tempo em que não podemos nos apegar a cifras na hora de investirmos em serviços de qualidade.

É preciso ficar atento, pois nem sempre o mais caro é o melhor.

Existem agencias de criação de sites que cobram centenas e outras que cobram milhares de reais, mas nada garante que um site “caro” é o melhor.

Embora algumas empresas desenvolveram seus próprios sistemas para agilizar o trabalho e poder cobrar menos por um serviço de alta qualidade, enquanto outras trabalham de forma mais “manual”.

Desta forma, é elevando os custos para compensar as horas a mais gastas com um projeto.

Suporte e Manutenção

O custo com suporte e manutenção é provavelmente o que lhe deixará mais feliz por ter investido um pouco mais.

Um site precisa de atenção constante para estar sempre operante. Ninguém melhor que um profissional para cuidar disso pra você.

Eventuais falhas e defeitos podem ocorrer e atualização devem ser feitas.

Investindo um valor em suporte e manutenção, você se livra da dor de cabeça que é ter um site fora do ar e não saber como resolver o problema.

Esse valor é normalmente é cobrado em mensalidades. Mas há também a possibilidade da contratação de um profissional freelancer apenas quando surge um problema. De qualquer forma, a contratação de suporte técnico é indispensável para manter o site no ar para seus clientes.

Quem faz?

Como você pode ter percebido, existem vários profissionais envolvidos na criação e manutenção de um site. Eles podem ser contratados separadamente em cada etapa dessa jornada.

Por outro lado, em resumo, uma maneira de diminuir os custos é contratar uma agência de criação de sites que ofereça o pacote completo.

Muitas agencias oferecem todos esses serviços cobrando um valor fechado pra o desenvolvimento, criação de layout, personalização etc… Essas agencias podem também se encarregar da contratação de hospedagem ou até mesmo otimização do site. Isso com a cobrança de uma mensalidade.

Outras Variantes

Além de todas as variantes citadas acima para calcular em média quanto custa manter um site no ar. Devemos lembrar de outras facilidades oferecidas pelas agencias e que podem ser do interesse de sua empresa.

Entre elas estão:

  • Integração do site com sistemas de outras empresas ou pessoas.
  • Possibilidade de o site ter afiliados.
  • Cobrança por assinatura.
  • Conteúdo em outros idiomas.
  • Otimização para mecanismos de busca.

Para finalizar lembre-se: Se precisar criar um site ou até mesmo otimizar o que já tem, faça uma pesquisa.

A pesquisa serve para identificar os profissionais que podem atender as suas necessidades. Conheça os trabalhos realizados por eles e faça um orçamento.

Gostou deste artigo?

Poderia por gentileza, clicar na estrela para avaliar?

Média / 5. Contador:

Não há votos! Seja o primeiro a votar!

Você achou esse artigo legal?

Poderia por gentileza, se achar bacana, poderia seguir em nossas redes?

Gostaria de receber mais novidades?

Nossas publicações serão sempre voltadas ao mundo do marketing digital, design e criação de sites. Você não será importunado com assuntos que não são do seu interesse!

Compartilhe com seus familiáres e amigos!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Converse no WhatsApp!